Raio X Off

 ViajaNet aponta queda nos valores das passagens áreas no primeiro trimestre do ano

Os preços das passagens aéreas para a América do Sul caíram no primeiro trimestre de 2017, chegando a apresentar economia de até 36 %, quando comparados ao mesmo período analisado em 2016. As principais razões para a queda referem-se à desvalorização do dólar e recuo da inflação, que tiveram grande impacto no setor de aviação nos primeiro meses do ano. Ademais, para acompanhar uma demanda maior, as principais companhias aéreas do país têm ampliado a oferta de assentos bem como a conectividade de voos dentro do continente.


De acordo com Gustavo Mariotto, marketing manager  da agência de turismo online, ViajaNet, a crise econômica impulsionou uma demanda maior por voos pela América do Sul, levando as companhias aéreas a investir mais no continente.

“Muitas companhias aumentaram a oferta de assentos para países da América do Sul, além de ampliar a conectividade de rotas e voos dentro do continente. Esse movimento, somado a queda do dólar e recuo da inflação no primeiro trimestre, barateou os preços das passagens”, diz .“Em vista desse cenário, o brasileiro não deixou de viajar, apenas mudou as rotas, dando preferência a países da América do Sul”, conclui o executivo.

Ainda de acordo com Mariotto, a tendência para o primeiro semestre deste ano é que os preços das passagens aéreas não oscilem de forma significativa.“Devido a baixa temporada dos próximos meses, há promoções recorrentes para alguns países da América do Sul, que vale ficar de olho”,conclui o executivo.
 

 

 

Destinos

Passagens Aéreas

1º Trimestre 2016

%

1º Trimestre 2017

Bolívia

R$1.466

-26%

R$1.078

Venezuela

R$2.084

- 8%

R$1.917

Argentina

R$1.678

-15%

R$1.426

Uruguai

R$1.486

-20%

R$1.184

Chile

R$1.963

-36%

R$1.249


 


Busca

Cadastre seu email

Receba novidades sobre a Raio-X