RaioX Gastronomia

A 40 minutos de São Paulo, Jundiaí tem café da manhã colonial com clima interiorano

Pudim de uva com mascarpone 
Divulgação 

De origem alemã, o café da manhã colonial tem como premissa ser uma refeição nutritiva e farta. Em Jundiaí, a 70 quilômetros de São Paulo, por exemplo, a tradição ganha pitadas ítalo-brasileiras no complexo turístico e gastronômico Villa Brunholi, que oferece opção com mais de 60 itens entre doces, salgados, pães, frios, acompanhamentos e bebidas.

Entretanto, destaca-se o pudim de uva com queijo mascarpone, vencedor do prêmio Festival de São Paulo em 2015. “A receita foi uma releitura do pudim de leite e mescla elementos das culinárias brasileira e italiana”, explica Sandra Brunholi, sócia-administrativa do complexo.

O café da manhã é oferecido aos sábados e domingos, das 8h às 11h30, e foi implementado a pedido dos visitantes. “Muitos clientes começaram a pedir porque a região carecia desse tipo de serviço, então resolvemos acrescentá-lo ao cardápio do restaurante em 2017”, conta Sandra. Os carros-chefes são o bolo vulcão, a polenta frita de fubá diferenciado e o capuccino frio. “Também temos um bacon bem sequinho que não vencemos colocar na mesa”, afirma.

Inclusive, o café da manhã colonial é apenas o começo de um fim de semana em um município com clima de interior. Rodeado por paisagens rurais, o visitante pode aproveitar diversas alternativas de lazer. O museu do vinho, por exemplo, retrata toda a história da plantação de uva e da Villa Brunholi, que se inicia quando a família Brunholi veio, em 1889, da Itália para o Brasil.

Outro espaço é a adega, onde é possível encontrar uma variedade de bebidas como vinho e gin, além da Caipirinha Brunholi, feita ao modo tradicional: cachaça, açúcar e suco de limão. Engarrafada, a iguaria é exportada para o Reino Unido e República Dominicana.

Para as crianças, há brinquedoteca e mini fazenda com galinha, mini-horse, coelho e porco, onde os pequenos podem interagir com os ‘bichinhos’. Vale dizer que os animais ficam soltos na propriedade e, apenas em horário de funcionamento ao público, ficam em cercados, por conta do grande número de visitantes, com acesso a água fresca através de sistema de bebedouro exclusivo.

Além dos quitutes, o preço é outro atrativo do café da manhã colonial do Villa Brunholi. Aos sábados, o serviço custa R$ 35 e, aos domingos, R$ 39. Crianças de até 5 anos não pagam e, entre 6 e 11 anos, pagam meia. Para os aniversariantes da semana, o serviço é cortesia, desde que acompanhado que um adulto pagante e mediante apresentação de documento de identificação com foto.

Mais sobre o Villa Brunholi

Complexo turístico formado por adega, mini fazenda, brinquedoteca, restaurante e museu do vinho. A história do espaço começou em 1897, quando Antônio e Emma Brunholi chegaram da Itália e compraram uma propriedade no bairro de Caxambu em Jundiaí.

O lugar, que passou por muitas transformações desde então, também faz parte do desenvolvimento do turismo rural e do agronegócio. O espaço, além de ser uma opção para os turistas, faz a produção de vinhos de mesa, massas, licores, vinagre e caipirinha que leva o nome da família na marca.

www.villabrunholi.com.br

www.caipirinhabrunholi.com.br


Busca

Cadastre seu email

Receba novidades sobre a Raio-X